TZ BlogPlaza - шаблон joomla Окна

Escola Nacional de Turismo priorizará inovação e tendências

Categoria: Notícias Escrito por Adilson Borges / September 19, 2019

A cidade de Foz do Iguaçu deverá sediar a Escola Nacional de Turismo, projeto pioneiro no Brasil de formação profissional, inovação, tecnologia e de pesquisa e extensão universitárias. A proposta foi apresentada à plenária do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) na terça-feira, 17.

A previsão é que a escola funcione no campus iguaçuense da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). O projeto – intermediado junto ao governo federal pelo deputado Vermelho (PSD/PR) – é debatido pelos ministérios do Turismo e da Educação, Governo do Paraná, Prefeitura de Foz e a universidade.

De acordo com o presidente do Comtur, Carlos Silva, a escolha de Foz do Iguaçu para sediar a Escola Nacional de Turismo mostra a pujança do segmento turístico no município. “Esse pioneirismo demonstra que nossa cidade é um dos grandes destinos e referência em turismo no Brasil”, apontou.

Formação da teoria à prática

No Comtur, a apresentação da Escola Nacional de Turismo foi realizada pela assessora de projetos da Unioeste/Foz, Luciana Fabriz, e pela coordenadora do curso de Turismo, Aurelinda Barreto Lopes. Elas ressaltaram que o projeto pedagógico está sendo elaborado pelas instituições envolvidas.

Segundo Luciana, a escola será destinada à formação técnica em turismo, hotelaria, gastronomia e áreas afins. O projeto abrange hotel-escola, agências experimentais de turismo e eventos para o desenvolvimento de conteúdos teóricos e práticos.

“A escola propõe formação e infraestrutura diferenciadas, aliando formação teórica e prática dos profissionais”, destacou Luciana. “A estrutura também permitirá o desenvolvimento de ações e projetos voltados para o ensino, pesquisa e extensão universitários”, frisou.

Tendências e inovações

Inovação, sustentabilidade e tecnologias são conceitos centrais da Escola Nacional de Turismo, afirmou Aurelinda Barreto Lopes. Conforme a professora, o modelo é baseado em uma instituição de referência que fica em Portugal e deverá compartilhar tendências com o trade turístico.

“A escola não vai concorrer com o trabalho de outras instituições. O delineamento que estamos dando permitirá o desenvolvimento de tecnologias e inovações que beneficiarão todo o segmento turístico”, explicou. “O projeto poderá ser replicado em todo o Brasil”, concluiu.

Fortalecimento institucional

A reunião do Comtur contou com a presença da presidente da Comissão de Turismo da Câmara Municipal, vereadora Nanci Rafagnin Andreola (PDT), e do membro dessa comissão, vereador Jeferson Brayner (Republicanos). O objetivo é fortalecer a relação institucional entre o conselho e o Legislativo.

“Estamos à disposição do Comtur para discutir e apresentar projetos a favor do nosso turismo”, sublinhou Nanci. O vereador Jeferson destacou a força do setor para o desenvolvimento do município. “Contem conosco para fortalecer o que Foz tem de melhor, que é o turismo”, ressaltou.

 

(Grampo Comunicação. Fotos: Marcos Labanca)

 

Thank for sharing!

About The Author