TZ BlogPlaza - шаблон joomla Окна

Mais de um milhão será investido em seis soluções inovadoras para a região Oeste em 2019

Categoria: Notícias Escrito por Adilson Borges / September 20, 2018

Seis propostas para o desenvolvimento tecnológico da região Oeste do Paraná, resultado de uma iniciativa em parceria entre o Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Itaipu Binacional e Fundação Araucária, foram selecionadas para receber cofinanciamento para implementação a partir de janeiro de 2019. Entre os projetos selecionados estão, por exemplo, o desenvolvimento de um sistema automatizado para coleta de leite, uma solução para tratamento e controle de parasitas em bovinos e suínos e uma proposta para aplicação eficiente do biogás.

Os projetos são resultado da formação de promotores para Inovação e Desenvolvimento que, neste ano, foi concluída por 65 pessoas. O público-alvo dessa edição foram profissionais da área de Pesquisa e Desenvolvimento de empresas e instituições de ensino. O curso é organizado pelo Programa Regional de Formação para o Desenvolvimento Local com Inclusão Social para o Brasil (ConectaDEL Inovação) e visa, ao término, obter soluções inovadoras por meio da parceria entre universidades e empresas em prol do desenvolvimento territorial. 

O coordenador do ConectaDEL, Cristian Aguilar, explica que o objetivo do Programa vai ao encontro da missão do PTI de promover o desenvolvimento territorial sustentável, por meio do incentivo à inovação e a capacitação de pessoas. “O ConectaDEL vai além do aporte de recursos para os projetos, trabalhando junto com as instituições que participam do curso conceitos como gestão da inovação, desafios da interação entre instituições de ciência e tecnologia e empresas, visando o desenvolvimento da cultura da inovação”, afirma. 

A parceria entre PTI, Itaipu e Fundação Araucária para o ConectaDEL é realizada por meio do Sistema Regional de Inovação do Programa Oeste em Desenvolvimento. 

Classificação

Os projetos foram selecionados por uma banca avaliadora, composta por analistas técnicos do PTI e representantes da Itaipu, Programa Oeste em Desenvolvimento, e representantes da Itaipu, Fundação Araucária, Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-PR). A classificação foi divulgada no início de setembro. 

Em primeiro lugar, ficou o “Sistema automatizado para coleta de leite”, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – campus Medianeira em parceria com Via Lácteos e Associação Comercial e Empresarial de Matelândia. A segunda posição ficou com a proposta de “Associação de extrato de Nim com Diflubenzuron para tratamento e controle de endo e ectoparasitas em bovinos e ovinos”, da Pontifíca Universidade Católica do Paraná – campus Toledo em parceria com a Bio-Sano Indústria de Fármacos e Biogenesis Centro de Pesquisa. 

O terceiro lugar ficou com o projeto “Desenvolvimento e implantação de processo de criopreservação de sêmen de peixes para uso em unidades comerciais” da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – campus Toledo com o Instituto Neotropical, Piscultura Piracema e Aquicultura Venites. A quarta proposta selecionada foi uma “Solução tecnológica para aplicação eficiente de CH4 e CO2 do biogás”, do Centro Internacional de Energias Renováveis em parceria com Frimesa e TecFAG. 

A quinta colocação foi o projeto de “Automação 4.0 de prensa extrusora e aplicação energética de óleos vegetais”, da Unioeste – Campus Cascavel, em parceria com Galvão Insumos, Centro Universitário Adventista de São Paulo e Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico. O sexta lugar ficou com a proposta de “Produção de tirinhas de frango empanadas íntegras”, da UTFPR – Campus Medianeira, em parceria com Cooperativa Agroindustrial Lar e Kerry Alimentos.

Cada uma das seis ideias aprovadas receberão um cofinanciamento de até 50% do ConectaDEL, no valor de até R$ 100mil, sendo o restante financiado pelas instituições proponentes. A cerimônia de premiação das propostas selecionadas está prevista para integrar o cronograma de atividades do Fórum do POD em novembro. O primeiro repasse de recursos para os projetos ocorre no primeiro trimestre de 2019.

Formação 
O ConectaDEL Inovação é composto por duas etapas: a aplicação do curso de promotores para Inovação e Desenvolvimento, ministrado em Toledo e em Medianeira com carga horária de 100 horas, seguido pela seleção de projetos elaborados pelos alunos. O resultado dessa formação foram 18 projetos habilitados a participar da etapa de seleção. A formalização das seis propostas aprovadas, no valor total de  R$ 1.157,201,80, ocorre no final de outubro.

Thank for sharing!

About The Author