Campanha da oncinha da usina de Itaipu recebeu quase 30 mil votos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

O público escolheu e a oncinha do Refúgio Biológico Bela Vista (RBV) da Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu (PR), vai se chamar Cacau. Com 70% da preferência dos eleitores, o nome recebeu 20.322 dos 28.927 votos, nesta última etapa do concurso. A fase final teve duração de dez dias e foi encerrada nesta segunda-feira, 31, às 17h (horário de Brasília). A sugestão vencedora veio de Ribeirão Preto (SP). Meiriele Maria Ribeiro Minhuk, a ganhadora do concurso, vai ganhar um Iphone 6 e o status de madrinha da filhote.

Para o médico veterinário do RBV, Wanderlei de Moraes, a campanha ajudou a divulgar para toda a comunidade, tanto a acadêmica como o público em geral, o trabalho de conservação e reprodução de espécies ameaçadas de extinção. Cacau é a primeira oncinha nascida na unidade de conservação. É um caso raro de nascimento em cativeiro dessa espécie, no mundo.

Com sete meses de idade, a filhote virou estrela do refúgio. Segundo o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, “o concurso atingiu pelo menos dois grandes objetivos: mostrou o que Itaipu faz em favor da fauna nativa e deu ainda mais visibilidade a esse grande atrativo da usina, que é o Refúgio Biológico Bela Vista”.

Os votos

O segundo nome mais votado, dos cinco escolhidos na primeira fase do concurso, foi Gaia, sugerido por Renata Thomazi. Ele teve 3.474 votos, 12% do total. Jade, indicado por Grazielli Forteski Somavila, ficou em terceiro lugar, com 2.030 votos (7%); em quarto, Amora, da Aline Dias Pinheiro, com 1.873 votos (6,5%); e Bela, sugerido por Guilherme Wojciechowski, ficou em quinto lugar, com 1.166 votos, o equivalente a 4% do total.

Todos os autores dos cinco nomes classificados ganharão passeios nos atrativos turísticos de Foz do Iguaçu. A solenidade de premiação deve acontecer entre 10 e 15 de agosto, com a participação dos autores, do diretor-geral brasileiro de Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, e trabalhadores da unidade de conservação.

Um dos maiores entusiastas da campanha para a escolha do nome da oncinha, Vianna será também padrinho da Cacau, junto com Meiriele, que sugeriu o nome vencedor.

Histórico

Os cinco nomes foram escolhidos por uma comissão julgadora. A escolha dos finalistas foi feita a partir das sugestões postadas na publicação da campanha no Facebook da Itaipu Binacional. A regra previa que, em caso de sugestão duplicada, valeria a que foi postada primeiro. Na última etapa, a escolha popular foi exclusivamente pelo formulário disponível na internet.

Cacau nasceu em 28 de dezembro. O nascimento da oncinha foi o primeiro caso bem-sucedido de reprodução da espécie em cativeiro no Refúgio, em 14 anos de tentativas. A mãe Nena, de cor preta, tem três anos de idade e chegou ao Refúgio em agosto do ano passado, doada pelo Criadouro Científico Instituto Onça-Pintada, de Goiás. O pai, a onça-pintada Valente, tem nove anos de idade e é morador antigo do Refúgio.

Para garantir a integridade das onças, mãe e filha ocupam o recinto nas segundas (dia fechado para visitação), quartas e quintas-feiras, sábados e domingos. Na terça-feira e sexta-feira, Valente fica no local. O revezamento garante o bem-estar da família em cativeiro, mas o macho deve permanecer separado da filha. A exemplo do que ocorre na natureza, o pai não desenvolve instintos para cuidar dos filhotes e pode machucá-los.

Refúgio

O Refúgio Biológico Bela Vista está instalado em uma área de 1.908 hectares, na margem brasileira da usina, em Foz do Iguaçu (PR). O espaço reúne hoje a maior diversidade de espécies da flora e da fauna regional, muitas delas ameaçadas de extinção. O plantel de Itaipu conta com mais de 380 animais.

O local é aberto à visitação. Moradores de Foz do Iguaçu, dos municípios lindeiros ao Lago de Itaipu e da região das três fronteiras não pagam para conhecer o atrativo.

Mais do que uma atração turística, o Refúgio Biológico de Itaipu é um importante centro de pesquisas e desenvolvimento de projetos, que recebe especialistas do mundo inteiro.

Como visitar

A visita pode ser feita de terça-feira a domingo, em seis horários: 8h30, 9h30, 10h30, 13h30, 14h30 e 15h30. A duração do passeio é de aproximadamente duas horas e meia.

Mais informações e reservas para visitar o Refúgio Biológico Bela Vista e outros atrativos de Itaipu podem ser obtidas no site www.turismoitaipu.com.br ou pelos telefones 0800 645 4645 e 55 45 3529-2892.

Explore mais