Cataratas do Iguaçu fecham 2018 com mais de 1,8 milhão de visitantes

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

O Parque Nacional do Iguaçu recebeu 1.895.508 visitantes durante todo o ano de 2018. É a maior visitação já registrada em um único ano na unidade de conservação. O crescimento da visitação turística foi de 6% no comparativo com o mesmo período do ano de 2017.

Os brasileiros lideram o ranking com 1.025.629 visitas. Na sequência dos países com mais representatividade vem Argentina, Paraguai, Estados Unidos, França, Alemanha, Espanha, Inglaterra, Chile e Peru.

Os estados brasileiros que registraram o maior número de visitas, respectivamente, são: São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Mato Grosso do Sul e Ceará.

Para Ivan Baptiston, chefe do Parque Nacional do Iguaçu, o objetivo da administração é melhorar a qualidade do ambiente e as experiências dos visitantes. “O ano de 2018 foi fantástico para o Parque. Foi um ano de trabalho intenso e grandes conquistas. Conseguimos concluir a revisão do plano de manejo, que abre novas possibilidades para o parque, e ajuda organizar as atividades para os próximos anos. O crescimento da visitação e a melhoria na qualidade ambiental é resultado de uma agenda positiva do parque com a sociedade”, destacou.

Trabalho de sucesso – O Parque Nacional do Iguaçu é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão federal responsável pela administração das unidades de conservação do Brasil. Desde o ano de 1999, o Parque Nacional do Iguaçu conta com gestão dos serviços de visitação turística do Grupo Cataratas, empresa que nasceu em Foz do Iguaçu (PR), e atualmente opera em outros parques e atrações por meio de concessões públicas, promovendo o turismo sustentável e gerando impacto positivo na sociedade e no meio ambiente.

Histórico de visitação anual do Parque Nacional do Iguaçu desde 1999:

2018: 1.895.508

2017: 1.788.922

2016: 1.560.792

2015: 1.642.093

2014: 1.550.607

2013: 1.518.876

2012: 1.535.382

2011: 1.394.187

2010: 1.265.765

2009: 1.070.072

2008: 1.154.046

2007: 1.055.433

2006: 954.039

2005: 1.084.239

2004: 980.937

2003: 764.709

2002: 645.832

2001: 735.775

2000: 767.157

1999: 772.287

Explore mais