Complexo Turístico Itaipu ganha nova sede administrativa

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O Complexo Turístico Itaipu (CTI) ganhou uma nova sede administrativa, instalada em um prédio de 300 m² anexo ao Centro de Recepção de Visitantes (CRV) da usina. O espaço, inaugurado na tarde desta terça-feira (16), garante mais conforto a quem trabalha no local. São quase 200 pessoas, entre empregados do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e de empresas terceirizadas.

A cerimônia teve a presença do diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, do diretor de Coordenação de Itaipu, Nelton Friedrich, do diretor-superintendente da Fundação PTI, Juan Carlos Sotuyo, e de outros superintendentes da binacional, além do pessoal do CTI. 

“A entrega deste prédio é uma forma de reconhecimento aos que atuam aqui no nosso cartão de visitas, que é o turismo”, disse Samek, que destacou a contribuição da binacional para a recuperação da imagem do Destino Iguaçu ao longo dos últimos 13 anos. “O turismo é nossa carta de apresentação”, completou o diretor.

“Temos mais de 200 postos de trabalho, diretos e indiretos, atuando aqui no CTI e esse é um dos benefícios do turismo da Itaipu, que redunda em projetos de educação e pesquisa científica”, afirmou Juan Carlos Sotuyo.

O superintendente de Comunicação Social de Itaipu, Gilmar Piolla, e responsável pela gestão do turismo, agradeceu às equipes da Diretoria de Coordenação de Itaipu, envolvidas na obra, e aos funcionários do CTI pelo tempo de espera da construção do prédio. “Esperamos que o Complexo Turístico continue crescendo e atraindo mais turistas. Desejo um bom trabalho a todos neste novo ambiente”.

Estrutura

O prédio abriga os bastidores do atendimento turístico de Itaipu – da sala de intervalo da monitoria ao Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC). Nele também estão setores como administrativo/financeiro, planejamento, marketing e monitoria (apoio). Antes, todo este pessoal trabalhava em salas do CRV, onde permanecem alocadas a diretoria e as equipes de atendimento aos turistas (recepcionistas, monitores, operadores de guichês e motoristas) e o espaço para guias turísticos. 

Na nova sede, os escritórios ficaram mais amplos e uma sala de reuniões foi construída. Os funcionários também passaram a dispor de nova estrutura de apoio, com vestiários equipados com chuveiros e um “espaço gourmet” – composto por cozinha, churrasqueira e refeitório para uso coletivo dos funcionários. Isso inclui os empregados da Itaipu e os terceirizados da segurança, limpeza, do bistrô e das lojas do CRV. 

A obra foi feita pela empresa Elabore, contratada pela Itaipu, sob supervisão da Divisão de Infraestrutura e Manutenção, e apoio das superintendências de Obras e Desenvolvimento, e de Informática. O investimento foi de R$ 920 mil. A construção durou dez meses, entre março de 2015 e janeiro de 2016.

{gallery}CTI{/gallery}

More to explorer