Em novembro, iluminação da barragem de Itaipu será azul

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Os visitantes terão nesta sexta-feira (25) e sábado (26) a última oportunidade, este ano, de ver a Itaipu iluminada nos tons da campanha do Outubro Rosa. A partir do dia 1º, a usina adere ao Novembro Azul. No período, parte dos 747 refletores e 112 luminárias utilizados na iluminação da barragem estará com as cores do movimento mundial que alerta os homens sobre a importância do exame de próstata.

Segundo o diretor-geral brasileiro, Joaquim Silva e Luna, participar de campanhas temáticas é uma responsabilidade da usina, que está sempre atenta às questões sociais. “E a prevenção da saúde não poderia estar de fora”.

Esta será a quarta vez que a usina ilumina a barragem com as cores azuis no mês de novembro. Assim como a Itaipu, outros ícones mundiais, como a Torre Eiffel, em Paris, a Estátua da Liberdade, em Nova York, e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, deverão levar a mesma mensagem sobre o câncer de próstata. 

A adesão à campanha é uma iniciativa das duas margens da empresa, a brasileira e paraguaia. Para a mudança dos tons, uma equipe da Diretoria Técnica entra em cena assim que termina a campanha Outubro Rosa. O trabalho de troca das lâmpadas é minucioso e precisa ser feito manualmente. Cerca de 20% das quase mil lâmpadas utilizadas no espetáculo são substituídas para chegar ao tom das campanhas temáticas.

A “Itaipu Iluminada” é uma das atrações oferecidas aos visitantes de Itaipu. As saídas ocorrem às 19h30 e a duração é de uma hora e meia. Moradores de Foz do Iguaçu e região não pagam. Mais informações podem ser obtidas em https://ingressos.turismoitaipu.com.br/p/itaipu-iluminada.

Câncer de próstata

Este é o segundo tipo de neoplasia mais comum entre os homens no Brasil. O diagnóstico precoce pode aumentar em 90% as chances de cura.

Os homens devem começar a monitorar a próstata a partir dos 50 anos. Pessoas com histórico familiar ou homens negros – grupos mais suscetíveis à doença – devem começar antes, a partir dos 40/45 anos. Os exames de sangue e toque periódicos são importantes, porque possibilitam o diagnóstico precoce e o tratamento efetivo – além de menos invasivo –, aumentando as chances de cura dos pacientes.

Alguns hábitos diminuem os riscos da doença. Uma dieta saudável, rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais, é um deles. Outro é evitar gorduras, principalmente de origem animal.

Outros atrativos

Além da “Itaipu Iluminada”, os turistas encontram na margem brasileira da usina uma grande variedade de passeios, para todos os tipos de públicos. O mais popular é o “Itaipu Panorâmica”, que leva os visitantes em um passeio de ônibus pelas principais áreas externas da usina. 

Para quem deseja ver o funcionamento da maior geradora de energia do planeta, a pedida é “Itaipu Especial”, no qual é possível ver os equipamentos em funcionamento. 

O Ecomuseu e o Refúgio Biológico Bela Vista também são atividades que prometem encantar toda a família. No museu, um passeio pela história da Itaipu é complementado por mostras de arte e fotografia. Já na unidade de conservação a grande estrela é a natureza, com 50 espécies de animais e dos mais de 960 gêneros de plantas.

De olho nos céus, o passeio no Polo Astronômico Casimiro Montenegro Filho reúne planetário, observatório e plataforma de observações a olho nu. E, para quem não cansa de admirar a beleza das águas, vale a pena embarcar no Itaipu Kattamaram, para relaxar enquanto navega pelas águas do reservatório. 

Confira mais informações, horários e valores dos passeios em www.turismoitaipu.com.br.

(Itaipu Binacional  – Foto: Alexandre Marchetti)

Explore mais