Foz do Iguaçu aposta na gastronomia como futuro atrativo

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

A cidade de Foz do Iguaçu, já conhecida no Brasil e no exterior por seus atrativos turísticos, principalmente as Cataratas e a usina de Itaipu, busca agora ser referência também em gastronomia. O novo Centro de Capacitação do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Foz do Iguaçu e Região (Sindhotéis), inaugurado nesta quinta-feira (19), contará com cursos para chefs de cozinha ministrados pela renomada escola de gastronomia francesa Le Cordon Bleu.

A parceria foi assinada com a filial da Cordon Bleu no Peru, país que, nos últimos anos, vem conquistando vários títulos de melhor destino gastronômico do mundo. Durante a inauguração do Centro de Capacitação, o diretor técnico de culinária da Le Cordon Bleu peruana, Jacques Decrock, anunciou que as aulas do curso “Cozinhas do Mundo” começam já no mês de julho. E, em 2017, haverá novos cursos, “para aperfeiçoamento de técnicas e rendimentos”.

 “A gastronomia de Foz do Iguaçu já é um produto forte, mas precisa desse grau de excelência”, afirma o presidente do Sindhotéis, Carlos Silva. “Queremos que nossa cidade seja reconhecida também como destino gastronômico”, completa Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social da Itaipu Binacional, uma das principais apoiadoras da implantação do Centro de Capacitação.

Piolla lembra que a hotelaria de Foz do Iguaçu já é reconhecida pela qualidade e pela excelente relação custo-benefício. Ainda segundo Piolla, a inauguração do Centro de Capacitação do Sindhotéis “vai marcar um novo ciclo para nossa cidade, que se traduzirá em mais prosperidade, desenvolvimento e, certamente, muitas alegrias, para os moradores e os visitantes”.

Outros cursos – Com quase 1.500 m² de área construída, o Centro de Capacitação tem uma cozinha-escola de 500 m², onde, simultaneamente, 18 chefs podem se aperfeiçoar na alta culinária. O centro conta ainda com salas de aula, auditório para 150 pessoas, uma suíte de 75 m² para aulas de governança e laboratórios para eventos e turismo, entre outras atividades.

A exemplo da gastronomia, outras instituições de renome serão responsáveis por cursos de formação e especialização de empreendedores e profissionais das áreas de hotelaria, motelaria, lazer e turismo em geral. Uma delas é a Associação Brasileira de Governança, que buscará formar “equipes profissionais de padrão internacional”, como afirma a presidente da entidade, Maria José Dantas. Ela destaca que, além do Rio de Janeiro, só Foz do Iguaçu terá esses cursos.

A gestão pedagógica do Centro de Capacitação será feita pela Uniamérica, associação sem fins lucrativos com 20 anos de atuação na área educacional. O presidente da Uniamérica, Ryon Braga, diz que a intenção é buscar “o melhor know-how, onde ele estiver”, em parcerias nacionais e internacionais. E cita mais um exemplo, além das escolas de gastronomia e governança: cursos de língua específicos para os profissionais de turismo. A Uniamérica terá apoio de outras instituições de ensino de Foz do Iguaçu, entre as quais UDC, IFPR, Unila, Unioeste, Unifoz e Senac.

Apoio – A implantação do Centro de Capacitação contou com o aporte de mais de 30 associados do Sindhotéis e patrocínio master da Itaipu Binacional, Fundo Iguaçu, Iguassu Convention & Visitors Bureau, Confederação Nacional do Comércio e Federação Brasileira de Hospedagem e Gastronomia, além do apoio de dezenas de empresas da região.

(Itaipu Binacional  – Fotos: Alexandre Marchetti e divulgação)

{gallery}comida 2{/gallery}

 

More to explorer