Foz do Iguaçu divulga cronograma de retomada de eventos de turismo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Avanço da vacinação e situação epidemiológica são considerados para determinar a capacidade de público dos encontros sociais, corporativos, esportivos e culturais

Foz do Iguaçu se prepara para receber grandes eventos, que são catalisadores do turismo e da economia da cidade, a partir do mês de agosto. A retomada dos encontros sociais, corporativos, esportivos e culturais será gradual, seguindo o cronograma da vacinação contra a covid-19 e conforme a situação epidemiológica do Município em relação à doença.

Nesta sexta-feira (09) será publicado decreto no Diário Oficial do Município com o calendário de retomada dos eventos. A partir de agosto, a cidade poderá receber eventos corporativos com até 500 pessoas e, em novembro, com a expectativa de que 70% da população já esteja imunizada contra o coronavírus, com as duas doses da vacina, deverão ser liberados todos os encontros, independentemente do número de de participantes, desde que respeitado 70% da capacidade máxima dos espaços.

“O cenário hoje apresenta uma situação de melhora, mas ainda é uma situação de cuidado. Ainda é uma situação de alerta, porém nos possibilita começar a olhar para frente com mais segurança. Mas a maior segurança é a vacinação ”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro.

150 mil doses aplicadas

O avanço da vacinação é um dos principais fatores considerados para a decisão da prefeitura em relação à retomada dos eventos. Até quinta-feira (08) a cidade já aplicou mais de 150 mil doses de vacina contra a covid, com um empenho redobrado da Secretaria Municipal de Saúde para acelerar a imunização e não deixar doses de vacinas paradas.

Existe ainda a sinalização positiva por parte do Ministério da Saúde de que Foz do Iguaçu receba nas próximas semanas um lote extra de vacinas, por estar situada em uma região de fronteira. O pedido do prefeito Chico Brasileiro e da secretária municipal de Saúde, Rosa Maria Jerônymo, foi reforçado com o apoio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) esta semana em Brasília (DF), em reunião com o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Otávio Moreira da Cruz.

De acordo com a secretária de Saúde, Rosa Maria Jerônymo, a projeção, com base no recebimento dos últimos lotes, é de, na primeira semana de agosto, ter 75% da população adulta vacinada com a primeira dose e, em 25 de outubro, 75% da população adulta com as duas doses.

“Se nós recebermos mais doses, e tudo se encaminha para que a gente receba, porque a reunião em Brasília foi muito positiva, teremos essa projeção antecipada. Então, nós temos um cenário de vacinação muito favorável”, afirma Rosa.

Situação epidemiológica

O apoio da população no cumprimento às medidas restritivas decretadas pela prefeitura para reduzir a transmissão do coronavírus foi fundamental para a redução do número de casos de covid-19. A média móvel de casos da doença nesta quinta-feira (08) era de 57,86 – uma redução de 58% em relação há duas semanas.

Também houve redução de mortes em decorrência da covid-19. A média móvel de óbitos registrada na quinta-feira foi de 1,29 – representando uma redução de 70% em relação há duas semanas.

A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) covid do Hospital Municipal Padre Germano Lauck ainda é alta – de 94% -, por isso a prefeitura faz o alerta para que a população mantenha todos os cuidados necessários para a prevenção da covid-19: uso de máscaras, distanciamento social e higienização frequente das mãos.

Cumprimento dos protocolos

O secretário municipal de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli, ressaltou que todos os eventos deverão seguir os protocolos sanitários para evitar a transmissão do coronavírus.

“A responsabilidade sobre o cumprimento dos protocolos tem que ser muito clara quando for solicitada a autorização e o alvará para o evento. O organizador será responsabilizado se os protocolos sanitários não forem cumpridos”, ressaltou.

“Esse é um momento muito importante para essa retomada, porque permite ao setor fazer o planejamento dos eventos. Somos muito otimistas que o cenário da vacinação pode ser ainda melhor e que as datas poderão ser alteradas favoravelmente”, complementou Angeli.

Calendário de retomada dos eventos

Eventos sociais

– A partir de 16 de julho de 2021 até 31 de julho de 2021, se o cenário epidemiológico permitir, até 100 (cem) convidados, ficando proibida a realização de bailes e/ou pista de dança.

– A partir de 01 de agosto de 2021, se o cenário epidemiológico permitir, até 200 (duzentos) convidados, ficando proibida a realização de bailes e/ou pista de dança.

– A partir de 01 de setembro de 2021, se o cenário epidemiológico permitir, até 300 (trezentos) convidados, ficando proibida a realização de bailes e/ou pista de dança.

– A partir de 01 de outubro de 2021 até 31 de outubro de 2021, se o cenário epidemiológico permitir, até 400 (quatrocentos) convidados, ficando proibida a realização de bailes e/ou pista de dança.

Eventos corporativos

– A partir de 01 de agosto de 2021, se o cenário epidemiológico permitir, até 500 (quinhentos) convidados.

– A partir de 01 de setembro de 2021, se o cenário epidemiológico permitir, até 800 (oitocentos) convidados.

– A partir de 01 de outubro de 2021, se o cenário epidemiológico permitir, até 1.000 (um mil) convidados.

– A partir de 01 de novembro de 2021, se a cobertura vacinal do município estiver acima de 70% e, se o cenário epidemiológico permitir, ficam liberados os eventos corporativos, independente do número de convidados, desde que respeitada a capacidade máxima de 70% dos espaços.

(AMN – Foto da mesa: Christian Rizzi – Demais: Adilson Borges Lago)

Explore mais