Fundação Itaiguapy, administradora do Hospital Costa Cavalcanti, comemora 25 anos neste sábado (26)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Foi em 26 de outubro de 1994, que a Itaipu Binacional instituiu a Fundação de Saúde Itaiguapy, entidade de direito privado, sem fins lucrativos e com autonomia jurídica, administrativa e financeira, com a finalidade principal de manter e operar o HMCC. 

Originalmente o Costa Cavalcanti só atendia funcionários e dependentes da Itaipu. Em virtude do término das obras da Hidrelétrica, o hospital estava com capacidade ociosa. Com a criação da Fundação, o HMCC passou a prestar serviços para a sociedade iguaçuense, atendendo clientes particulares e de diversos planos de saúde.

Já em abril de 1996 iniciou o atendimento ao Sistema Único de Saúde (SUS) e, no mesmo ano, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde do Paraná, passou a administrar o Hemonúcleo de Foz do Iguaçu que abastece com hemoderivados não só o Costa Cavalcanti, mas diversos hospitais da região.

Para comemorar os 25 anos de Fundação, e 40 anos do HMCC, a instituição lançará um livro: “Uma trajetória de cuidados”, que conta um pouco da história e, como a Instituição funciona hoje, além de mostrar alguns detalhes nunca vistos por pessoas de fora do Hospital. 

O evento será no dia 1º de novembro, sexta-feira, às 17h no Centro Clínico da Instituição, localizado na Av. Parati, 737 – Vila “A”. “Todos estão convidados, nossos colaboradores, médicos, pacientes e imprensa”, frisou o diretor superintendente do Costa Cavalcanti, Fernando Cossa.

“Diariamente, nossos profissionais se engajam para tratar nossos pacientes com respeito e dignidade. Cuidar da nossa gente, promovendo a saúde, proporcionando a melhor experiência, em um complexo hospitalar de inovação e excelência, valorizando e salvando vidas, com atenção e amor, faz parte do nosso dia a dia, e é isso que apresentaremos em nosso livro, a realidade diária do nosso Hospital”, enfatizou o diretor.

Atualmente

Na última década, a Fundação de Saúde Itaiguapy, em parceria com o Ministério da Saúde do Brasil e Itaipu Binacional, promoveu várias mudanças no HMCC. De 2000 para cá, teve início uma série de reformas, ampliações e implantação de novos serviços. “Nossa responsabilidade é de comandar a Fundação e garantir o crescimento sustentável do hospital”, destacou o superintendente Fernando. 

Hoje, mais de 60% dos atendimentos do Hospital são destinados aos pacientes do SUS, emprega mais de mil trabalhadores e possui um corpo clínico formado por cerca de 400 médicos.

Em mais de 25 mil metros quadrados, o HMCC oferece desde Pronto Atendimento até serviços de alta complexidade aos usuários de convênios como o Plano de Saúde Itamed, criado pelo próprio hospital.

É o primeiro hospital do interior do Paraná a obter o Nível 3 da Acreditação Hospitalar, ou seja, grau máximo de reconhecimento de qualidade a uma instituição de saúde por meio da Organização Nacional de Acreditação (ONA).

Em 2017, o Instituto de Ensino e Pesquisa da Fundação Itaiguapy, com apoio da Itaipu Binacional e da Prefeitura de Foz do Iguaçu, inaugurou o primeiro Centro de Medicina Tropical da Tríplice Fronteira.

O centro, instalado na Avenida Araucária, na Vila “A”, possui 280 metros quadrados e conta com um avançado laboratório de biologia molecular. Como atividade principal, é capaz de identificar em menos de uma hora, se mosquitos Aedes Aegypti capturados pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) estão infectados com os vírus das doenças, e assim desencadear ações de prevenção em áreas de risco em apenas 24 horas após a captura, evitando que o mosquito contaminado transmita a doença.

Outras conquistas que a Fundação se orgulha de contar, é de ser uma instituição Filantrópica, certificada como entidade beneficente (CEBAS) desde 2011; ter formado a primeira turma de residentes médicos em 2019, e caminhar para uma grande transformação e modernização na estrutura hospitalar e também humana.

Tempos de expansão

Com o investimento da Itaipu Binacional, de R$ 64,7 milhões, o Hospital passará por uma ampla reforma nos próximos três anos, com a expansão da área construída, instalação de novos leitos, aquisição de equipamentos e contratação de mais profissionais.

O número de leitos passará dos atuais 202 para 260, um aumento de quase 30%. O projeto prevê ainda uma ampliação de mais 12 mil metros quadrados de área construída e reforma de aproximadamente 8.500 metros quadrados da área já existente. Hoje, a área total do HMCC é de 25 mil metros quadrados.

Estão previstos o aumento das salas cirúrgicas, a construção de um novo laboratório de análises clínicas e a expansão dos serviços de quimioterapia e radioterapia, com a inclusão de novo acelerador linear. O plano prevê ainda a construção de mais 10 leitos de UTI geral, 10 de UTI Neonatal e 38 novos leitos de internação.

Um dos focos é a construção de um novo Centro Materno-Infantil, em área anexa ao hospital, e a reestruturação de vários serviços. O espaço atual da maternidade será destinado à criação de novos leitos. As obras vão permitir ainda uma reorganização completa das áreas de urgência e emergência.

Concluída a reforma e ampliação, será necessária a contratação de aproximadamente mais 200 profissionais, sem considerar os empregos indiretos. “As pessoas são pilares fundamentais para que possamos prestar um atendimento com excelência e qualidade”, concluiu o diretor superintendente.

(Assessoria)

 

Explore mais