Mais de 2.300 pessoas são vacinadas contra gripe no “Dia D” em Foz

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Maioria do público que buscou a vacinação neste sábado (15) foi de pessoas acima de 60 anos

A secretária de Saúde, Rosa Jeronymo, destacou neste sábado (15) a boa adesão da população de Foz do Iguaçu ao “Dia D” da vacinação contra a Influenza (gripe H1N1). “Vacinamos 2.335 pessoas somente em um dia. Estamos satisfeitos e esperamos que durante a semana mais pessoas busquem pelo imunizante”.

Neste sábado, as unidades básicas de saúde ficaram abertas para garantir o acesso da população e dar celeridade na campanha contra a Influenza. “A baixa cobertura vacinal nos leva a organizar estratégias para alcançar esses grupos prioritários”, disse Rosa.

Na quinta-feira (13) e sexta-feira (14), a vacinação contra a gripe , através do sistema de drive-thru, foi exclusiva para o grupo de professores, monitores e agentes de apoio das redes pública e particular de ensino. De acordo com o relatório de vacinação, a 23ª Campanha contra a Influenza em Foz está próximo de alcançar 50% de imunização em algum dos grupos prioritários – a meta é chegar aos 90%.

Segundo o boletim vacinal deste sábado, foram aplicadas no “Dia D” 204 doses em crianças, cinco em gestantes, duas em puérperas, 105 em trabalhadores da saúde, 1.343 em idosos e 346 professores. Também foram vacinadas 330 pessoas no sistema drive-thru.

Vacinação contra a covid

Simultaneamente à vacinação contra a gripe está ocorrendo a imunização contra a covid-19. Neste sábado foram vacinados os trabalhadores ativos da educação da rede pública e privada. Nesta primeira etapa foram imunizados 563 trabalhadores da educação, com idades entre 53 a 59 anos.

Na segunda-feira (17) a Secretaria Municipal de Saúde dará continuidade à vacinação dos professores, com as pouco mais de 100 doses que estão reservadas para o grupo. O Município aguarda o recebimento de novas doses para dar continuidade à vacinação dos demais grupos, como as pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Proteção Permanente (BPC).

(AMN)

More to explorer