Matriz São João Batista apresenta Coro San Esteban, às vésperas da novena de São Miguel

WhatsApp Image 2023-09-05 at 17.14.42
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Programação antecede início da campanha de muita fé e louvor ao arcanjo

A matriz São João Batista, localizada no centro de Foz do Iguaçu, recebe no dia 22 de setembro a apresentação do Coro Esteban, de Ciudad del Este, Paraguai, às 20h, logo depois da santa missa das 19h. A programação especial antecede o início da campanha “Quem como Deus? Ninguém como Deus”. Será uma novena em louvor de São Miguel Arcanjo, de 23 a 30 de setembro, sempre às 19h, com o tema “Livrai-nos do Mal”.

O professor Lucyanno Nóbrega, educador católico, organizador da programação musical, convida a todos para assistirem ao espetáculo, cuja maestrina será Mônica Pérez. O pároco da igreja, padre Willian, reforça o convite à população para assistir ao coro musical e participar ativamente da novena, que reúne muita fé e devoção. Serão oito dias de clamor a São Miguel Arcanjo, guardião do céu, da luta do bem contra o mal, que é celebrado no dia 29 de setembro.

Essa será a segunda novena realizada em dois meses na paróquia São João Batista. Em julho, a matriz promoveu a 1ª Campanha das Talhas de Caná. A campanha lotou a igreja todos os dias com fiéis da paróquia e de outras comunidades. “A expectativa é que essa novena repita o mesmo sucesso espiritual e de público”, diz padre Willian.

Programação completa
No dia 23, a programação da santa missa terá como tema “Livrai-nos do Mal”; no dia 24, “Livrai-nos do Mal da Inveja”; no dia 25, “Livrai-nos do Mal da Ira”; no dia 26, “Livrai-nos do Mal da Incredulidade”; no dia 27, “Livrai-nos do Mal da Mentira”; no dia 28, “Livrai-nos do Mal da Vingança”; no dia 29, Livrai-nos do Mal do Ressentimento”; e, no dia 30, “Livrai-nos do Mal da Divisão da Família”.
Padre Willian explica que essa é uma poderosa novena para os católicos. Diante das tentações, São Miguel, cujo nome vem do hebraico e significa ‘Quem como Deus?’, revela o poder de Deus sobre tudo e sobre todos, pois não há ninguém como e nem superior ao Pai.

Miguel é a expressão pura e verdadeira da grandeza e soberania divina, pois seu nome questiona e, ao mesmo tempo, responde: “Ninguém como Deus”. Nada nem ninguém existiu ou existirá que possa ser ou que tenha sido maior que Deus.

Nisso se revela a autoridade dada ao Arcanjo Miguel pelo Criador. Que ele seja o revelador da suprema divindade do Criador e, por isso, obteve do próprio Pai a honra de lutar contra o maligno e ter o poder de destruí-lo, em nome de Jesus.

Também invocado como o padroeiro das almas virtuosas que se encontram à beira da morte e sofrem as tentações infligidas pelo demônio, que as tentam através do desespero, orgulho e desânimo, São Miguel é invocado como ‘o auxiliador’, que introduz essas almas no esplendor da Luz de Cristo, livrando-as dessas terríveis e últimas provações.

São Miguel Arcanjo é nosso protetor
De acordo com a sagrada escritura e ainda segundo a tradição da Igreja, esse arcanjo possui quatro importantes e imprescindíveis funções: conduzir as almas para o céu, depois de tê-las pesado na balança da justiça divina; defender a Igreja e o povo cristão dos ataques do inimigo de Deus, ou seja, do demônio; resgatar as almas dos fiéis do poder do inimigo de Deus, especialmente na hora da morte; e lutar contra Satanás.

Foto: Pascom São João Batista

Explore mais