Ministra Presidente do STF participa de evento no Centro Universitário UDC 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

A Ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, Presidente do Supremo Tribunal Federal – STF será a última palestrante do Congresso Internacional de Meio Ambiente e tutelas Judiciais que começa nesta quinta-feira (26/04). O evento será realizado no Centro Universitário UDC, que é apoiador do Congresso, e é organizado pelo Instituto Paranaense de Direito Processual, Escuela Judicial de América Latina e Curso de Direito das Faculdades Integradas Cescage. 

Segundo a Comissão Organizadora, buscou-se convidar Conferencistas em um contexto de propostas e de reflexão do que há de tutelas judiciais disponíveis para a defesa do meio ambiente, ou seja, pessoas com uma vida de pesquisa universitária e de exercício profissional para a defesa do meio ambiente. 

Entre os temas que serão discutidos estão a globalização como fenômeno econômico e financeiro representando a expansão sobre todo o Planeta do sistema do capital com seu sistema financeiro, seus mercados de moedas e de commodities. Representando a unificação do espaço das trocas e a gestação do sistema–mundo. E ainda, a questão posta de privatização das águas. 

De acordo com texto publicado no site da Escola Judicial, um dos temas levantados durante as discussões será a corrida mundial na privatização da água, onde surgem grandes empresas multinacionais como as francesas Vivendi e Suez-Lyonnaise, a alemã RWE, a inglesa Thames Water e a estadunidense Bechtel.

O texto cita ainda que criou-se um mercado das águas que envolve cerca de 100 bilhões de dólares, onde estão fortemente presentes na comercialização de água mineral, no mundo todo, a Nestlé e a Coca-Cola que buscam comprar fontes de água por toda a parte no mundo. Na Índia, por exemplo, a água foi privatizada em muitas grandes cidades. A carência de água potável da população é tão grande que os carros-pipas são assaltados. Só conseguem chegar ao destino sob proteção policial.

A par da questão da água outras questões fundamentais serão discutidas, e decorrem como a exploração dos recursos naturais no Brasil. A poluição, a violação da exploração dos recursos naturais, a agressão ao meio ambiente e o direito a um meio ambiente sustentável conformem um cenário de importâncias inexorável e que demanda, não apenas proclamar a necessidade do debate, mas principalmente a discussão veemente dos meios de tutelar os direitos. 

O Centro Universitário UDC é apoiador do evento que começa na quinta-feira às 18:30. A participação da Ministra Cármen Lucia está prevista para 12:30 horas de sábado. 

(Assessoria)

Explore mais