Motoristas abusam da velocidade na Rodovia das Cataratas 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

 

Um acidente com a morte de um motociclista ocorrido na terça-feira (22) reacende a necessidade de uma intensa fiscalização na BR-469 para inibir principalmente o excesso de velocidade de motoristas apressados. A via é o principal acesso a Parque Nacional do Iguaçu e ao Aeroporto Internacional, de outros atrativos turísticos e hotéis de Foz do Iguaçu. 

O garçon Douglas do Amaral Nunes, de 28 anos, estava indo de motocicleta para seu trabalho no restaurante Porto Canoas, quando na altura do quilometro 14 da rodovia, na rotatória do Museu de Cera, foi colhido por um veículo de turismo. O trabalhado chegou a ser atendido mas veio a falecer na madrugada de ontem, no Hospital Municipal, vítima de hemorragia interna decorrente do impacto com o carro.

As estatísticas da PRF (Polícia Rodoviária Federal) mostram que em 2016 aconteceram 116 acidentes, com duas vítimas fatais. De janeiro até ontem aconteceram 35 acidentes, sendo 11 com lesões graves e a morte de Douglas.  

 

Explore mais