Observatório de Mídia é lançado em Foz do Iguaçu

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Criar um espaço de diálogo entre comunicadores e comunidade sobre a produção midiática, ampliar a criticidade entre produtores e “consumidores” de informação, além de estimular o debate mais profundo de assuntos de interesse público, com incentivo à produção de reportagens para além do factual.

Esses são os principais objetivos do Observa Foz, um projeto em construção de observatório da comunicação em Foz do Iguaçu. A proposta é resultado de encontros entre comunicadores da cidade dispostos a debater a mídia iguaçuense, realizados ao longo dos últimos meses.

O Observa Foz conta com apoio do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná. A ideia, a partir de agora, é somar forças com representantes de diferentes organizações, como sindicatos, universidades, conselhos municipais, organizações sociais e associações culturais.

O site do Observa Foz será apresentado à comunidade durante a roda de conversa sobre “Fake News”, mediada pelas jornalistas Denise Paro e Áurea Cunha. O evento acontecerá nesta sexta-feira, 29, às 19 horas, na UniAmérica (sala 406), com entrada aberta e gratuita para o público em geral.

Horizonte – O laboratório também pretende colaborar para que o cidadão analise o contexto das relações mídia/poder econômico e político, debatendo como funciona a agenda do processo comunicacional. Ao estimular crítica e autocrítica (ainda que ciente dos limites desse exercício), busca-se a qualificação e valorização do jornalismo.

 

 

 

O Observa Foz é inspirado nos princípios do Observatório de Imprensa, idealizado pelo jornalista Alberto Dines (1932-2018). Por definição, é uma “ferramenta civil, não governamental, não corporativa e não partidária que pretende acompanhar, junto com outras organizações da sociedade civil, o desempenho da mídia”.

Explore mais