Paixão de Cristo consolida o Marco das Américas como espaço de eventos

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

 

Cerca de 10 mil pessoas assistiram as duas exibições da encenação da Paixão de Cristo, no Complexo Turístico Marco das Américas. No teatro a céu aberto, iguaçuenses de todas as regiões e idades se emocionaram com a história bíblica que prega o amor e a paz entre a humanidade. O elenco reuniu no mesmo palco os atores consagrados nacionalmente Kayky Brito, Elke Maravilha, Luciano Szafir, Ana Rosa e sessenta artistas da cidade.

A atividade artística consolidou o Marco das Américas como espaço para receber a comunidade e os grandes eventos, gerando novas oportunidades e desenvolvimento na região. O atrativo, localizado a apenas 10 km do Centro de Foz do Iguaçu, oferece área de 15 mil metros quadrados, com estacionamento, centro de recepção, loja de artesanato e o Boteco Cabeza, integrando história, natureza e cultura.

Conforme Adélio Demeterko, do Complexo Turístico Marco das Américas, a parceria para a realização do evento resultou em benefícios para a população e para o turismo. “Foram dois dias em que as famílias iguaçuenses e os  turistas interagiram, assistindo ao espetáculo teatral e contemplando os nossos atrativos”, disse. “O Marco das Américas foi aprovado pela população e pretendemos criar mais eventos para a cidade”, complementou. 

A comerciante Cristina Alves, de Três Lagoas, acompanhou a Paixão de Cristo com a filha e o marido, surpreendendo-se com a estrutura do marco. “Estive aqui há vários anos, as melhorias deram vida ao espaço. Fico muito feliz por encontrar tanta gente hoje”. Admirado com o complexo, o estudante do Porto Belo, Cleyton Andrade, recomenda a visita. “Um lugar muito bonito e organizado, onde a população deve vir sempre”, sugeriu.

Entre as maiores

Na segunda sessão da Paixão de Cristo, nesta quarta-feira (23), o presidente da Fundação Cultural, Adailton Avelino, revelou que iniciou entendimentos para que o órgão realize o evento no ano vem. Segundo o gestor cultural, o espetáculo promovido no Marco das Américas deverá ser a terceira maior encenação sobre a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo em todo o país, ficando atrás apenas das produções em Nova Jerusalém (PE) e Floriano (PI).

“Vamos aumentar o número de apresentações para quatro dias, possibilitando que mais pessoas possam assistir”, disse Adailton Avelino. O objetivo é fortalecer a cena cultural da cidade e contemplar a população com iniciativas artísticas de qualidade. “É uma forma de valorizar os artistas de Foz do Iguaçu, pois temos muitos bons atores na cidade. Com isso, a população pode assistir a espetáculos gratuitamente”, definiu.

Ao anunciar a encenação da Paixão de Cristo, a diretora de cultura da Fundação Cultural, Arinha Rocha, destacou a importância da presença da comunidade no evento e a abertura do Marco das Américas para os iguaçuenses. “O marco está aberto para toda a comunidade, não apenas para este evento como durante todos os dias. A população iguaçuense não paga para visitar este espaço”, explicou.

Realização

A encenação da Paixão de Cristo é realizada pela Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, por meio da Fundação Cultural. O evento conta com o apoio do Complexo Turístico Marco das Américas, Itaipu Binacional, RPC-TV, Itamed, Sanepar e Governo do Paraná.

(Grampo Comunicação – Foto: Marcos Labanca)

More to explorer