Parque Nacional do Iguaçu deve superar recorde de visitantes

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Entre janeiro e novembro deste ano, o Parque Nacional do Iguaçu teve o melhor movimento para o período de sua história e caminha rapidamente para o novo recorde anual. A previsão é que no máximo até o dia 15 deste mês seja superado o total de 1.550.607 turistas que visitaram as Cataratas em 2014, atual recorde anual histórico.

Em novembro, foram 149.373 visitantes, bem superior aos 138.350 registrados no mesmo mês de 2014. No acumulado de 2015, são 1.486.801 visitantes, ante 1.387.852 entre janeiro e novembro do ano passado. Há uma boa perspectiva de que, a partir de agora, haja um crescimento no número de turistas estrangeiros, beneficiados pela valorização do euro e do dólar frente ao real.

Os registros do Parque Nacional do Iguaçu já mostram uma maior procura de visitantes estrangeiros, em comparação com 2014. Entre os países que mais visitam as Cataratas, a posição permanece praticamente inalterada, na comparação entre este ano e 2014. Depois dos brasileiros (818.330 turistas), vêm os argentinos (286.747), paraguaios (36.175), americanos (30.690), franceses (30.186), alemães (28.162), espanhóis (21.534) e ingleses (20.545), para ficar apenas entre os países representados por mais de 20 mil turistas.

Com exceção de uma pequena queda no número de espanhóis, todas as outras nacionalidades tiveram aumento. Mas o grande destaque foram os argentinos. Eles somaram 202.219 em 2014 e, este ano, já são 286.747, aumento de 41%. Em segundo lugar, em índice de crescimento, também vêm vizinhos. Os paraguaios passaram de 33.343 para 36.175, aumento de 8,5%. O aumento no número de brasileiros foi de 3,5% (foram 790.153 de janeiro a novembro de 2014, ante os 818.330 agora).

181 países e territórios  – De janeiro a novembro, visitantes de 170 países e territórios visitaram as Cataratas do Iguaçu. Há desde as grandes potências do turismo mundial até países pequenos, pouco conhecidos para nós. Alguns deles tiveram dois representantes no Parque Nacional do Iguaçu – Camboja, Granada, Camarões, Burkina Fasso, Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial e Ilhas São Tomé e Príncipe.

Outros, apenas um: Fiji, Iemen, Uganda, Ruanda, Burundi, Mauritânia, Quirguistão, República do Uzbesquistão, República do Turcomenistão e República Democrática do Congo.

(Itaipu Binacional – Foto: Alexandre Marchetti)

Explore mais