Prefeito Chico acompanha ato oficial de abertura da fronteira entre Foz e Argentina

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Comitiva participou da solenidade em Puerto Iguazu na tarde desta segunda-feira (27)

 

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, participou do ato de abertura da Ponte da Fraternidade, que liga o Brasil à Argentina, na tarde desta segunda-feira (27). A solenidade em Puerto Iguazu, que faz fronteira com Foz, contou com a presença do ministro de Estado do Interior argentino, Wado de Pedro. Também participaram do ato o vice-prefeito de Foz, delegado Francisco Sampaio; o secretário municipal de Turismo, Paulo Angeli; o secretário municipal de Segurança Pública, Reginaldo José da Silva; e o diretor de Assuntos Internacionais, Jihad Abu Ali.

“Hoje, 27 de setembro, comemoramos o Dia Mundial de Turismo com uma grande festa. A abertura desta ponte era esperada há muito tempo, pois apesar de estarmos em países diferentes, na fronteira vivemos como um só povo”, comentou o prefeito.

A fronteira com a Argentina estava fechada há mais de um ano e meio. “Este foi um passo de extrema importância para que o turismo, a nossa indústria sem chaminé, ganhe ainda mais impulso neste momento de retomada, gerando emprego e renda para a nossa região”, disse Brasileiro.

O livre trânsito terrestre está permitido desde que as pessoas cumpram os protocolos estabelecidos pelo governo argentino, como a apresentação de comprovante de imunização contra a Covid-19 completa e teste RT-PCR negativo, realizado até 72 horas antes da entrada.

“Esta é uma região vocacionada para o turismo, e abrir a ponte neste momento com a segurança sanitária garantida é uma grande vitória tanto para os argentinos como para os brasileiros que nos visitam”, comentou Wado de Pedro.

A participação da Prefeitura de Foz do Iguaçu no ato foi uma construção diplomática articulada pelo Alejandro Massucco, Cônsul da Argentina em Foz do Iguaçu. “Temos boas relações com Foz e todas as suas autoridades, e neste momento tão importante, a presença de autoridades brasileiras fortalece ainda mais a integração dos povos”, ressaltou.

(AMN)

Explore mais