Turismo de Foz participará das principais feiras nacionais e internacionais em 2020

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Os atrativos de Foz do Iguaçu serão promovidos nas principais feiras regionais, nacionais e internacionais de turismo em 2020. O calendário com a previsão de eventos foi apresentado em recente plenária do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), pelo secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Os eventos prioritários para a divulgação e a promoção do destino serão definidos neste mês de dezembro pela Gestão Integrada do Turismo. Para a construção de uma agenda única, o planejamento envolverá várias instituições, entre elas Visit Iguassu, Fundo Iguaçu, Complexo Turístico Itaipu e Sindhotéis, além do Comtur e da secretaria municipal.

Conforme Piolla, os eventos a serem priorizados são meetings corporativos; feiras, fóruns e congressos especializados para profissionais, investidores e empresários do setor; encontros para a promoção do turismo de aventura e natureza; e espaços de capacitação. Outro objetivo é divulgar a cidade para o chamado público final, formado por potenciais visitantes.

“Estamos propondo uma mudança no perfil das feiras em que o Destino Iguaçu será apresentado. Vamos participar dos eventos especializados que reúnem operadores, empresários e demais profissionais do turismo, mas também pretendemos aumentar a divulgação para o público final, isto é, para o turista que poderá vir conhecer os atrativos de Foz”, destacou.

Presidente do Comtur, Carlos Silva ressaltou a importância da divulgação para que a cidade possa atrair mais visitantes. “Além da promoção feita pelo poder público nesses eventos nacionais e internacionais, há espaço para que o setor empresarial participe e divulgue a riqueza e a variedade de opções que nossos empreendedores oferecem a quem visita a cidade”, pontuou.

Observatório do Turismo

Na sessão do Comtur, a coordenadora-geral do Instituto Polo Internacional Iguassu, Fernanda Fedrigo, apresentou o andamento dos trabalhos de implantação do Sistema de Inventário do Observatório de Turismo. Essa ferramenta reunirá informações sobre o turismo e a cidade, destacando atrativos, meios de hospedagem, gastronomia e eventos.

“Depois de ser abastecido pela equipe técnica com as informações gerais, o sistema poderá ser atualizado pelo usuário. A empresa que faz parte do inventário atualizará diretamente seus dados com informações sobre serviços, atendimento e imagens”, exemplificou. Essas funcionalidades já foram demonstradas a integrantes do trade em oficinas práticas.

Mais segurança

Reivindicação do Comtur, Codefoz e outras instituições, não haverá retirada de efetivo da Polícia Militar do Paraná (PMPR) em Foz do Iguaçu para o atendimento a demandas do litoral do estado no fim de ano. A informação foi repassada aos conselheiros de turismo pelo capitão André Ribas. “Não apenas será mantido o número de policiais como também receberemos mais quatro equipes para a nossa Operação Verão, que ficarão até janeiro”, frisou.

De acordo com o capitão André, o comando do 14º BPM ainda determinou a realização do patrulhamento policial, com cães treinados, no aeroporto, outra medida que busca fortalecer a segurança durante a alta temporada. “São iniciativas que dão maior visibilidade às ações policiais e elevam a segurança para moradores e turistas”, avaliou.

Nome do aeroporto

A plenária do Comtur aprovou o prosseguimento do projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados para acrescentar o nome do pioneiro do turismo de Foz do Iguaçu Frederico Engel à nomenclatura do aeroporto da cidade. A consulta foi feita pelo deputado federal Vermelho (PSD), autor da proposta, que atende a pedido de familiares de Engel.

Com a sugestão, o terminal poderá passar a ser chamado de Aeroporto Internacional Cataratas Frederico Engel. A anuência do conselho está condicionada à manutenção da terminologia IGU como código aéreo internacional.

O secretário municipal de Governo, tenente-coronel Marcos Jahnke, e a jornalista Izabelle Ferrari – que pesquisa a trajetória de Frederico Engel – apresentaram ao Comtur a história e a importância para a cidade desse precursor da hotelaria. Em 1916, Engel hospedou Santos Dumont em seu hotel e o acompanhou em visita às Cataratas do Iguaçu, por caminho feito ao atrativo aberto por ele próprio.

(Assessoria Comtur: Grampo Comunicação. Fotos: Marcos Labanca)

Explore mais