Turismo de Itaipu recebe homenagem na Assembleia Legislativa do Paraná

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O Complexo Turístico Itaipu (CTI) recebeu menção honrosa especial nesta segunda-feira (29), na Assembleia Legislativa, pela conquista do 12º Prêmio de Excelência e Inovação no Turismo, entregue em janeiro deste ano pela Organização Mundial de Turismo, em Madri, na Espanha.

A homenagem foi proposta pelo deputado Chico Brasileiro (PSD), presidente da Comissão de Turismo, que ressaltou a importância de estimular iniciativas como essa. “Nós temos que mostrar sempre para a sociedade que nossas empresas estão imbuídas de fazer o melhor pelo País, inclusive ganhando prêmios internacionais”, afirmou. Para ele, é preciso “reconhecer quem faz o engrandecimento do turismo do Estado e da nação”.

O superintendente de Comunicação Social da Itaipu (área responsável pela gestão do turismo na empresa), Gilmar Piolla, usou a tribuna para destacar o trabalho conjunto desenvolvido na usina de Itaipu e valorizou o potencial turístico de Foz do Iguaçu. Segundo Piolla, a homenagem da Assembleia Legislativa é um incentivo para novos projetos. “É um reconhecimento que nos motiva a continuar atuando cada vez mais fortemente, em parceria com a comunidade, pelo fortalecimento do turismo e pelo desenvolvimento do nosso território”, disse.

Também estavam presentes na solenidade o diretor-superintendente da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), Juan Carlos Sotuyo, que administra CTI; a gerente geral do CTI, Jurema Fernandes; e um dos idealizadores do projeto de criação do CTI, o consultor de Itaipu Alexandre Machado.

Bom exemplo

Juan Carlos Sotuyo disse que a premiação concedida ao CTI e o reconhecimento da Assembleia Legislativa são exemplos do que acontece quando há “uma operação acertada entre dois países (Brasil e Paraguai) que leva em consideração uma gestão com foco no desenvolvimento territorial. Creio que outros atrativos turísticos, como as Cataratas do Iguaçu (Brasil e Argentina) poderiam trabalhar de modo análogo”, sugeriu.

A gerente geral do CTI, Jurema Fernandes, lembrou o orgulho que o prêmio traz para todos os envolvidos, “porque traz o reconhecimento de uma entidade relacionada à ONU”. A premiação, disse, “valoriza as experiências que levam em consideração os princípios da ONU para o desenvolvimento sustentável”.

Atrativos turísticos

O novo modelo de atendimento aos turistas está em funcionamento desde 2007 e estimulou a visitação com a criação de oito atrativos. Em nove anos, já foram arrecadados R$ 17 milhões com a cobrança de ingressos. Os recursos, além de manter o sistema, também são investidos em um fundo tecnológico de fomento da educação, ciência, tecnologia, inovação e empreendedorismo.

Com a Gestão Integrada do Turismo, que conta com a participação de Itaipu, Foz do Iguaçu tornou-se a cidade brasileira que mais recebe investimentos públicos e privados, proporcionalmente. O destino turístico também ocupa a segunda posição entre as cidades que mais atraem turistas estrangeiros que vêm ao Brasil a lazer e a terceira que mais recebe eventos nacionais e internacionais.

Apelo

Piolla e os demais representantes do Complexo Turístico Itaipu aproveitaram a oportunidade para pedir apoio dos deputados estaduais para intermediar as negociações para evitar que o governo do Estado eleve o ICMS do querosene de aviação de 7% para 18%, medida que encareceria o custo do transporte aéreo no Paraná.Essa medida já provocou a reação das empresas aéreas, que ameaçam cancelar voos entre cidades do Estado. Foz do Iguaçu, Londrina e Maringá podem perder voos diretos da Gol e da TAM para Curitiba. O turismo de Foz do Iguaçu pode ser muito prejudicado. O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), afirmou que já negocia soluções para o problema com o governador Beto Richa e com o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa.

(Itaipu Binacional – foto: Carlos Ruggi/Itaipu Binacional)

More to explorer