Você sabe o que é Slow turismo? Lado argentino das Cataratas é uma das melhores escolhas para essa experiência 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Considerado uma tendência mundial, o “Slow Turismo” tem lugar certo na região trinacional. A concepção é simples, mas promove algo que nos dias atuais parece escasso: o tempo. O estilo de visita se baseia na linha do “Slow Food”, que defende a prática de se fazer refeições mais calmas, dedicando o momento para sentir aromas, texturas e sabores de cada prato. No turismo, isso parece até obvio, mas não é o comum, pelo menos não era. E para incentivar esse movimento, a Iguazú Argentina, oferece o segundo dia de visitação com 50% de desconto. 

A onda dos pacotes turísticos motivou um estilo de visitante que quer o máximo no mínimo de tempo, ou seja, visitar o máximo de atrativos no menor espaço de tempo. Essa prática afastou a contemplação, o apreciar e, até mesmo, o sentir de atrativos como as Cataratas del Iguazú. Agora, uma tendência (que esperamos que permaneça), devolve a paz nas visitas aos atrativos.  Uma maneira de, assim como com os alimentos, saborear o momento e a vivência em cada viagem.

O buscar desse turismo de experiência vai além dos pontos considerados “obrigatórios” a todo turista. O viajante dessa prática, quer descobrir mais de cada atrativo e, para isso, o lado argentino das Cataratas o incentiva visitar um dia a mais. Isso porque, em toda sua formação, a natureza em sua criação, fez das Cataratas, uma obra de arte impossível de ser apreciada em sua plenitude de uma forma simplória e rápida. 

Apreciar mais, pode ser vista até como uma questão de respeito com o trabalho divino. Para começar, o conjunto de mais de 275 quedas foi, caprichosamente, “colocado” na fronteira de dois países. A quem diga que o lado brasileiro possui a melhor visão, já o argentino, a melhor sensação. Para ter essa noção, só é possível visitando os dois e tirando suas próprias conclusões. São experiências diferentes em percursos distintos. A vista no Brasil, é de praticamente quase todas as quedas, em seu perfil mais amplo. Na Argentina, o visitante tem a oportunidade de se envolver numa das mais intensas imersões.

Quem visita à Terra das Cataratas, mesmo quando hospedado em Foz do Iguaçu, tem muita facilidade em conhecer a vizinha Puerto Iguazú, no estado de Misiones/AR. A simpática cidade abriga o Parque Nacional del Iguazú, que por sua vez é casa de um dos atrativos turísticos mais imponentes e importante do país hermano, as Cataratas del Iguazú. 

O atrativo é, na teoria, o mesmo encontrado no Brasil, mas é só na teoria. Quem chega ao parque argentino tem uma sensação muito distinta e, até digamos assim, complementar, do que é conhecer as Cataratas. Em Iguazú, o passeio pede uma entrega ainda maior para percorrer as trilhas e se encantar com as descobertas durante o caminho. Com um percurso mais extenso, a visita exige mais tempo e mais caminhada. 

Portanto, reserve no mínimo dois dias e, em sua primeira visita, concentre-se em conhecer o Centro de Visitantes, onde está o Centro de Interpretação. Este local, já lhe fará um convite para um momento de reflexão sobre conservação, conceitos da natureza local, entre outros. Sairá desse espaço com outra expectativa do que irá encontrar no Parque. E para preencher o dia, sem correria, escolha uma das opções para chegar às Cataratas, o atrativo principal: o Trem Ecológico ou o Caminho Verde. 

Sugerimos a segunda opção, para aproveitar ao máximo a trilha em meio à mata. Nela, o visitante faz uma caminhada sem dificuldades até a ferrovia da Estação Cataratas. Ao longo de todo trajeto é possível avistar, além da vegetação, aves, quatis, borboletas e macacos. Uma experiência singular, que encanta e proporciona uma incrível sensação de imersão.

Em seu primeiro dia, vá ao ponto mais distante, também o mais impressionante, a Garganta del Diablo. Desacelere. Contemple. Sinta o poder e a força de uma das quedas d’água mais monumentais do planeta. Depois disso… bem, depois disso, volte amanhã e conheça a mata, suas trilhas e os demais circuitos. 

Serviço 

Parque Nacional do Iguazú – Cataratas de Iguazú

Fone: +54  011  5258-7318

www.iguazuargentina.com

Puerto Iguazú – Misiones – Argentina 

Horário de funcionamento: 8h às 18h (Inclusive Domingos e Feriados)

Para chegar, lembre-se sempre de portar carteira de motorista, ou identidade, ou passaporte dentro da validade. Existem inúmeras empresas de receptivos que fazem o transporte, além de transporte público e poder usar veículo próprio, neste último caso, atenção ao seguro carta verde, item obrigatório nos países do Mercosul. 

 

Explore mais